HARMONIA 1250

 

HARMONIA 1250

Uso Misto Incorporação | Mixed Use Incorporation | Usage mixte

programa

Idea!Zarvos

cliente

coordenador

Luiz Trindade

arquiteto

chefe de projeto

TRIPTYQUE

área 

12 000 m²

paisagismo

Rodrigo Oliveira

localidade

creditos

ano

Download

São Paulo | SP | Brazil

Ricardo Bassetti

2014 - 2020

Localizado no endereço de mesmo nome, o edifício Harmonia 1250, da incorporadora Idea!Zarvos, compõe o skyline do movimentado bairro da Vila Madalena, em São Paulo (Brasil). O projeto começou em 2014 e teve a conclusão de sua obra em 2020, passando por diversas configurações durante os anos em que foi projetado. Inicialmente planejado para ser um prédio inteiramente comercial pela proximidade com os eixos de transporte público, foi durante o longo período de desenvolvimento que a área do terreno duplicou, dando a possibilidade de abrigar ainda um uso residencial.


A forma irregular do terreno, resultante da união de pequenos lotes preexistentes, ocasiona uma edificação com duas extremidades salientes conectadas por um corpo alongado, como uma passarela, conectando à circulação vertical do edifício. O terreno vence um desnível considerável, sendo possível acessá-lo a partir de dois endereços: a rua Harmonia, onde há uma loja no térreo, e a praça General Rufino Galvão, onde foi planejado um escritório com dois andares. Sobre o espaço desse escritório se estende uma laje que chega da rua Harmonia e cria uma área social de convívio dos usuários, como uma praça coberta, na altura da copa das árvores da praça externa. Esse espaço articulador, que nasce da fachada ativa e adentra o edifício, é sinalizado na cor azul das paredes e do piso, evidenciando um dos conceitos da criação: a hipermixidade, ou seja, o caráter multifuncional e híbrido do projeto.


Acima do térreo se empilham lajes esbeltas de dez centímetros de espessura, onde se acomodam os escritórios, que variam de 150 a 448 metros quadrados de área. A materialidade dessas fachadas fica por conta dos vidros não-reflexivos, dos brises e de uma camada vegetal - revelando a biofilia. As jardineiras das fachadas são irrigadas por sistema integrado de gotejamento, onde o consumo hídrico é baixíssimo se comparado ao bem-estar gerado. A pandemia da Covid-19 salientou o que há tempos a agência articula - a relevância de conectar interior e exterior das edificações.


Os últimos três pavimentos são residenciais, coroando o prédio com uma estrutura metálica contrastante, na cor cinza, que evidencia a multifuncionalidade interna. As habitações vão de 48 a 78 metros quadrados e fazem parte de um novo serviço a ser disponibilizado pela incorporadora Idea!Zarvos: o aluguel de apartamentos mobiliados, no curto, médio e longo prazos. Chamado de Paulistano, o serviço tem previsão para início de operação ainda em 2021.